Facebook

Jornal do Bairro Alto

Notícias

Arte Urbana pinta muro do pátio do Detran no Tarumã

Arte Urbana pinta muro do pátio do Detran no Tarumã, na realidade um grande mural de arte urbana sobre respeito no trânsito.

Usando grafite e diferentes técnicas de pintura de rua, artistas de todo o Estado transformaram os 1.225 metros de muro do Pátio de Veículos Apreendidos no bairro Tarumã, em Curitiba.

“A proposta é chamar a atenção de quem passa pela região, principalmente os mais jovens. Acreditamos que com arte e cultura podemos criar um impacto emocional e gerar mudança de comportamento”, conta o diretor-geral do Detran, Marcos Traad.


O projeto é uma parceria da Secretaria da Cultura com o DETRAN-PR.
O Arte Urbana busca usar linguagens e formatos que chamem a atenção dos jovens, grupo de risco no trânsito, e promovam uma mudança de comportamento com o auxílio da arte.

Construtora aposta no mercado imobiliário do Bairro Alto

A construção dos primeiros três sobrados, com 112 metros quadrados de área, o planejamento de outros oito para o ano que vem, marcam a entrada no mercado imobiliário e de construção no Bairro Alto de uma nova empresa. Trata-se da Construtora Ângulo Limitada, dos irmãos Elenita e Esmair Margoti, que deverá concentrar atividades no bairro, onde a família Margoti reside há décadas. Elenita trabalhou numa empresa de construção civil durante 20 anos e agora está muito motivada a cuidar do próprio negócio:

-Saí para montar esta empresa, em sociedade com meu irmão, que atua na área em Roraima. A construtora veio para ficar, trabalhamos um perfil de obra de qualidade, padrão médio, focada no mercado da região. Para o projeto e responsabilidade técnica contratamos o engenheiro Ivan Barros, cuja família tem tradição de serviços de engenharia no Bairro alto. Nossos pais, Carlos Alberto Barros e Valdemar Margotti,  se conheceram há muitos anos em atividades profissionais e descobriram que moravam perto.

Leia mais...

Sociedade Thalia oferece esporte, lazer e atividades sociais para toda a família

A Sociedade Thalia termina o ano de 2017 com diversas melhorias nas quatro sedes e a inclusão do clube em etapas importantes dos campeonatos nacionais interclubes de esgrima e basquetebol, resultado de projetos apresentados ao Comitê Brasileiro de Clubes, gestor das verbas da Loteria Federal destinadas à formação de atletas olímpicos e paraolímícos. “O Brasil viveu profunda crise econômica e política, precisamos ajustar a gestão do clube à realidade, o que não nos impediu de realizar melhorias que vão beneficiar nosso associado. Avançamos nas quatro sedes, resultado de medidas administrativas e financeiras austeras  e muita criatividade para inovar”, resume o presidente Vilmar Anildo Schultz, que agora pretende atrair novos sócios para o fortalecimento da Sociedade Thalia, que podem usar os equipamentos de quatro sedes, conviver nas atividades sociais e praticar 56 modalidades esportivas.

Leia mais...

Após 4 anos de ônibus quebrados, Greca garante a renovação da frota

Termo de ajuste para renovação dos veículos foi assinado entre o prefeito Rafael Greca e o presidente do Setransp, Maurício Golin

Com o fim do questionamento judicial, serão adquiridos o mínimo de 150 novos ônibus por ano até 2020, num total de 450 veículos. Os primeiros 25 biarticulados novos entrarão em operação em março de 2018. O restante circulará ao longo do próximo ano, conforme cronograma da Urbs com os gestores dos consórcios. O termo de ajuste seguirá para avaliação e homologação da Justiça. Desta forma, acabam 23 ações judiciais cointra a URBS.

Empréstimo para asfalto

Nos próximos dias, o prefeito Rafael Greca deve sancionar os projetos que permitem ao município efetuar dois empréstimos no valor de R$ 120 milhões com o Banco do Brasil e a Caixa Econômica Federal, para a pavimentação das ruas de Curitiba.

“A operação de crédito atenderá a principal demanda diagnosticada pela população em consultas populares e audiências públicas, que se refere à pavimentação das ruas, especialmente nos bairros da periferia da cidade”, disse o prefeito Rafael Greca.

Moradores pedem lombada elevada no cruzamento da Avenida da Integração com Rua Rio Jari.

 

Roberto "Da Farmácia" e Gilberto "Índio" Gonçalves já encaminharam à administração municipal, na gestão anterior, documento com seis mil assinaturas e até agora não conseguiram sensibilizar autoridades do trânsito para melhorar a segurança no local.

"O movimento de carros em alta velocidade nas duas mãos da Avenida da Integração é muito grande, o risco de travessia a pé para mães e crianças é enorme, as vans e ônibus de transporte escolar fazem filas para cruzar o local", destaca Gilberto Gonzalez.

Por sua vez, Roberto "Da Farmácia" destaca o movimento de alunos de três escolas, a mais próxima é o CMEI da Liberdade. "As lombadas eletrônicas não evitam a velocidade exagerada de motos e carros porque estão no meio da subida e na metade da descida, após a Praça da Liberdade. O ponto de ônibus, no final da subida, também prejudica o movimento porque é difícil a arrancada após a parada para apanhar ou deixar passageiros, formando fila enorme e os apressadinhos saem para a pista contrária".

Rua Antonio Cândido Cavalin, 43 - Sala 01 - Bairro Alto - Curitiba - Paraná

CEP 82820-300 - Fone: 41 3367-5874