Energia solar em Goiânia: MRV aposta em painéis solares para seus novos empreendimentos

A MRV tem investido em energia solar em Goiânia nos seus empreendimentos mais populares. Desde 2017, a construtora vem incorporando em seus lançamentos imobiliários painéis fotovoltaicos que produzem energia. 

O objetivo da empresa é que todas as casas sejam construídas com a tecnologia e para a produção de energia

A energia solar em Goiânia ajuda na redução da conta de luz 

O Diretor de Produção da MRV no estado de Goiás, Raphael Paiva, afirma que a utilização de painéis que captam energia fotovoltaica poderia resultar em aumento de até 85% na economia da conta de luz de um condomínio residencial

O grande exemplo é o caso do Residencial do Gran Oásis, empreendimento que foi lançado em outubro usando a energia solar em Goiânia

A pegada ecológica da utilização de fontes renováveis ​​e limpas é um dos benefícios apresentados e pode resultar em maior economia para os moradores

A tendência é a crescente popularidade da energia solar, que vem conquistando cada vez mais adeptos. 

A energia solar em Goiânia é o futuro 

Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) e da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), a energia solar em Goiânia, está entre as 10 cidades brasileiras com maior potência instalada, com 9,6 megawatts. 

Isso equivale a 0,8% do total de todas as cidades brasileiras. A energia solar em Goiânia também se beneficia por estar localizada em uma área geográfica favorável e é abençoada com sete horas de sol por dia, uma das taxas mais prolíficas do país, conforme informações da Atlas Solarimétrico do Brasil.

A energia solar em Goiânia sendo usada em novos empreendimentos da MRV 

Atualmente, a empresa possui mais cinco residências em construção que incorporam essa tecnologia. Três delas estão dentro de Anápolis e duas em Valparaíso de Goiás.

A MRV opera atualmente mais de 2.500 unidades habitacionais com sistemas de energia renovável em todo o país e está gerando mais de 170.000 kWh. 

A empresa explica que essa produção de energia gerou uma economia de cerca de R$980 milhões que impactou mais de 8 mil pessoas. 

O benefício de um imóvel movido a energia solar cresce e resulta em um diferencial de mercado e podemos ver que a energia solar em Goiânia está ganhando cada vez mais espaço nos lares. 

Como é feita a captação da energia solar em Goiânia?

Os painéis solares fotovoltaicos, responsáveis ​​pela captação da radiação solar, são colocados no topo das torres e conectados aos inversores que transferem a energia solar para as áreas comuns dos condomínios. 

A energia excedente produzida é então injetada no sistema de distribuição e gera desconto na conta mensal de energia elétrica. 

Se for gerada mais energia do que é consumida na residência, haverá crédito para o próximo mês. 

O sistema pode gerar cerca de 20% da energia utilizada nas áreas comuns e também em alguns edifícios de apartamentos.

O Brasil está entre os países com maior potencial para geração de energia fotovoltaica. No entanto, é uma matriz energética ainda pouco explorada no país. 

Conclusão

A energia solar representa apenas 1,3% da matriz elétrica brasileira, em comparação com a hidrelétrica, que responde por 60,9%. 

O Brasil não está entre os dez países que mais investem em energia fotovoltaica no mundo, apesar de estar atrás de países com maior incidência de luz solar, como Alemanha e Coréia do Sul.

Uma das principais vantagens da utilização da energia solar em Goiânia é o facto de ser limpa e renovável, o que significa que utiliza fontes não esgotáveis ​​(radiação solar) e não emite poluentes ou resíduos que provocam o efeito de estufa.

 

Veja também: Descubra quais são os diferentes tipos de trabalhos de construção